Comics | Imperatriz vol. 1 de Mark Millar e Stuart Immonen

12:48


Com uma velocidade de acção vertiginosa Imperatriz Vol.1 irá fazer as delícias aos fãs de space operas.


A história começa com uma esposa que foge do marido tirado, leva os seus três filhos e o seu guarda-costas numa missão que muitos diriam ser impossível. Conseguirá ela atravessar mundos e fugir de um dos homens mais poderosos da galáxia?


Imperatriz Vol.1 é diferente de tudo o que já leram, imaginem Star Wars pontilhado por cyber punk, uma space opera com Blade Runner. A originalidade de Mark Millar supera as expectativas. A construção do mundo em que as personagens vivem é impressionante. Millar é um autor que presta mais atenção ao cenário e à acção do que às personagens, pelo que este é o ponto principal em que se distancia de SAGA


A história, in medias res, decorre com acção atrás de acção. Um ritmo acelerado, que o diferencia da maioria dos comics actuais no mercado, e bem executado. Os cliffhangers que fecham cada número obrigam a ler este volume de uma assentada tornando Imperatriz vol.1 numa leitura divertida, mas também emocionante.


A arte é fantástica. Os painéis que preenchem as páginas são de um detalhe absoluto e moderno. A expressividade e movimento - há muitas perseguições de naves, estilo abertura de filme à la George Lucas- conferem riqueza ao argumento. As cores harmónicas encaixam este universo cyber punk galáctico num género sem igual.


As personagens criam empatia com o leitor e no final vemo-nos ligados a algumas deles, as relações entre elas mas também a sua acção individual está extremamente bem concebida. Se este é o primeiro volume, imaginem os próximos!


Imperatriz é tudo aquilo que se pede num bom comic cheio de acção. Um dos maiores tesouros na vossa estante.


You Might Also Like

0 comentários

Afiliado

Membro

Professional Reader